Notícias

Mostra Sesc de Artes 2012

Foto: Juliet Nioche - Nos Solitudes


Até o dia 29 de julho, o Sesc São Paulo se transformará em espaço privilegiado para que o público possa conferir uma agenda intensa de variadas manifestações artísticas: dança, teatro, música, cinema, literatura, artes plásticas. É a Mostra Sesc de Artes 2012, que vai ocupar todas as unidades do Sesc na capital paulista, com atrações nacionais e internacionais.


A dança está contemplada com espetáculos,  intervenções, bate-papo, residência para artistas, em  atrações de países como Brasil, a  Itália, França, Alemanha, Argentina e Austrália. Algumas atrações têm cobrança de ingressos, outras são gratuitas.


Segundo a organização, a Mostra SESC de Artes reúne diversas linguagens artísticas para provocar pausas, questionamentos e reflexões sobre o cotidiano da cidade de cada um. Para discutir como a produção recente dialoga com o que está estabelecido do ponto de vista histórico, a edição deste ano apropria-se de maneira inusitada de todas as unidades do SESC e de seus arredores, como terrenos vazios, praças, entre outros espaços públicos. O evento coloca o indivíduo no controle da experiência e estimula a participação no mundo das artes.


Programação de  Dança


PARK - CLAUDIA TRIOZZI (ITA / FRA)
20/07, SEXTA-FEIRA ÀS 20H - SESC PINHEIROS
21/07, SÁBADO ÀS 20H - SESC PINHEIROS


A coreógrafa, intérprete e performance italiana radicada em Paris, Claudia Triozzi, traz pela primeira vez ao Brasil o seu espetáculo Park. A peça convida o público a visitar uma série de cenas da vida de Adina. Movendo-se por entre quatros de uma casa imaginária, descobrimos pouco a pouco uma mulher completamente absorvida por rituais diários, sob a ditadura da família, aparelhos domésticos e ações aparentemente absurdas. Obrigada à repetição reconfortante dessas ações, devido ao que eles sugerem em termos de ordem e dever, simples rituais diários podem ser a fonte de uma sensação de segurança e bem-estar, mas a violência de sua banalidade também pode levar ao terror. Claudia iniciou a sua carreira como bailarina na nova dança francesa aos 23 anos. Depois de trabalhar com diversos coreógrafos e companhias de dança, iniciou seu trabalho solo, reafirmando sua investigação no cruzamento da dança, do teatro e da performance, realizando trabalhos como La Vague (1991), Les Citrons (1992), Gallina Dark (1996), Park (1998), Dolled Up (2000) e The Family Tree (2002). Duração: 45 min. 4º Subsolo.


TIM ACY - ANTJE PFUNDTNER (ALE)
20/07, SEXTA-FEIRA ÀS 20H30 - SESC BELENZINHO
21/07, SÁBADO ÀS 20H30 - SESC BELENZINHO


A coreógrafa e interprete Antje Pfundtner investiga métodos de auto representação e coloca a leitura dos seus personagens em cheque. Seu corpo cria constantemente novas conexões com as mais diversas histórias e, zombando de si mesma, lembra quanta verdade uma performance pode tolerar. Tim Acy é uma peça na qual os clichês estéticos da dança contemporânea formam o ponto de partida para a discussão do vocabulário verbal e físico. Antje Pfundtner ganhou reconhecimento internacional em 2003 com o trabalho eigenSinn. Duração: 60 min. Sala de Espetáculo 1.


PIRANHA - WAGNER SCHWARTZ (BRA-MG)
21/07, SÁBADO ÀS 19H - SESC BOM RETIRO
22/07, DOMINGO ÀS 18H - SESC BOM RETIRO


O coreógrafo e intérprete, Wagner Schwartz, apresenta em Piranha a metáfora de um corpo em reclusão, entre uma dinâmica voluntária e involuntária, sitiado por uma composição de ruídos digitais. O fluxo de movimento que se enreda sob um feixe de luz desdobra, em seu próprio corpo e no espaço cênico, as variações sutis de uma rave, de uma guerra, de uma possessão, de um susto, de uma morte. Wagner iniciou seus trabalhos coreográficos tendo como base sua relação com a literatura brasileira e com o sistema coercitivo religioso, em que viveu por quase 20 anos. Transita seus projetos no eixo Paris-São Paulo-Uberlândia. Duração: 45min. Teatro.

 

ACTIVIDAD MENTAL (ATIVIDADE MENTAL) - LUIS GARAY & CO. BUENOS AYRES(ARG)
25/07, QUARTA-FEIRA ÀS 20H30 - SESC PINHEIROS
26/07, QUINTA-FEIRA ÀS 20H30 - SESC PINHEIROS


O colombiano radicado na Argentina Luis Garay, apresenta sua nova concepção, que teve estreia em Buenos Aires. Em Actividad Mental, dois corpos, ao se encontrarem, acionam mecanismos da percepção, transmitindo não só uma ideia de ato poético, mas também matemático. Levanta-se então um questionamento: Qual e como é esse drama que percebemos contido na matéria que nos rodeia? Contido nos objetos, nos corpos e na ação de percebê-los. Garay é formado em dança pela Fundación Ballet de Welton, na Colômbia, pela Cat People Cia. de Joensuu, na Finlândia, e pela Cartoucherie de Carolyn Carlson, na França. Duração: 50 min. 4º subsolo.

 

REFLEXÕES SOBRE O MÍNIMO
24/07, TERÇA-FEIRA
25/07, QUARTA-FEIRA
26/07, QUINTA-FEIRA
27/07, SEXTA-FEIRA
DAS 13H30 ÀS 18H30 - SESC PINHEIROS


Luis Garay, acompanhado do artista plástico Diego Bianchi, realiza uma residência para artistas. O objetivo é de, a partir das linguagens de dança e artes plásticas, encontrar estratégias para aplicar os mesmos conceitos em diferentes práticas. Algumas questões para explorar como pontos de partida são as políticas do olhar e as políticas da caminhada. Indicado para atores, bailarinos e artistas plásticos. Os interessados devem enviar currículo e carta de interesse para o e-mail artesdancateatro@pinheiros.sescsp.org.br até dia 15 de julho. 4º subsolo.

 

DRESSING THE CITY AND MY HEAD IS A SHIRT (VESTINDO A CIDADE) - ANGIE HIESL E ROLAND KAISER (ALE)
25/07, QUARTA-FEIRA ÀS 13H - SESC CARMO
26/07, QUINTA-FEIRA ÀS 13H - SESC CARMO
27/07, SEXTA-FEIRA ÀS 13H - SESC CARMO


Intervenção que se concentra na relação entre pessoas e espaço urbano, na qual os artistas encaram as roupas como segunda pele, a membrana entre corpo e meio ambiente. As vestimentas passam a ser uma ligação entre os mundos interno e externo: a roupa como um meio não verbal de comunicação e entrega de sinais que se relacionam diretamente ao nosso papel social. Roland Kaiser e Angie Hiesl são parceiros artísticos desde 1997, criando produções de intercessão entre dança e teatro. Duração: 90 min. Área externa.

 

BATE-PAPO COM ANGIE HIESL E ROLAND KAISER
27/07, SEXTA-FEIRA ÀS 19H - SESC CARMO


Os coreógrafos falam do processo de criação de espetáculos para espaços urbanos e das particularidades desse trabalho em diferentes países.

 

GLOW (BRILHO) - CIA. CHUNKY MOVE (AUS)
27/07, SEXTA-FEIRA ÀS 18H - SESC BELENZINHO
28/07, SÁBADO ÀS 20H30 - SESC BELENZINHO


A companhia Chunky Move apresenta o trabalho solo interativo, no qual o movimento do corpo é usado como meio para controlar música e luz. O espetáculo utiliza um sofisticado sistema de rastreamento em que a iluminação e as imagens gráficas são geradas em tempo real, em resposta ao movimento do bailarino. O trabalho da companhia é ao mesmo tempo diversificado em forma e conteúdo, criando uma série de obras com novas mídias, instalação e dança. Já fizeram turnê pela Europa, América do Norte, Ásia e Austrália. Duração: 30 min. Sala de Espetáculos 1.

 

PIEZA PARA PEQUEÑO EFECTO (PEÇA PARA PEQUENO EFEITO) - FABIAN GANDINI E GERMAN CUNESE (ARG)
27/07, SEXTA-FEIRA ÀS 21H - SESC IPIRANGA
28/07, SÁBADO ÀS 21H - SESC IPIRANGA


Nesse trabalho Fabian Gandini e German Cunese apresentam uma coreografia que intercala passos do bailarino e vídeos criados em tempo real, nos quais bonecos de corda simulam movimentos de dança, baseados em efeitos de luz e uma mesa como palco. A intenção é provar que um objeto pequeno é capaz de imergir a atenção do público e se tornar grandioso. Fabian Gandini é graduado pela Fundación Antorchas, pelo Fondo Nacional de las Artes e pelo Instituto Nacional de Teatro. Dirige a Companhia Contenido Bruto, na qual criou os espetáculos El juego, Kevental, La garza sobre el agua y Pieza para pequeño efecto, que fizeram parte de festivais nacionais e internacionais. Duração: 45 min. Teatro.

 

LA CUEVA DE LOS LEONES - LO PEOR DE MI (A CAVERNA DOS LEÕES – O PIOR DE MIM)
DE 20 A 26 - SEXTA A QUINTA, DAS 14H ÀS 19H.
DIA 22 - DOMINGO, DAS 14H ÀS 18H
DIAS 27 E 28 - SEXTA E SÁBADO, DAS 14H ÀS 17H. DIA 29 - DOMINGO, ÀS 18H.
SESC IPIRANGA


Fabián Gandini, Renata Ferreira e Germán Cunese ocupam o Galpão do SESC Ipiranga e se debruçam sobre temas que permeiam e definem as práticas artísticas atuais na dança: questões econômicas que possibilitam ou impossibilitam sua realização, a fragilidade do estar em cena e o conceito de alteridade, que segundo o filósofo Emmanuel Levinas, possibilita a existência. Galpão e Teatro - apresentação do processo da residência.

 

NOS SOLITUDES (NOSSAS SOLIDÕES) - JULIE NIOCHE (FRA)
28/07, SÁBADO ÀS 21H - SESC CONSOLAÇÃO
29/07, DOMINGO ÀS 18H - SESC CONSOLAÇÃO


Espetáculo da coreógrafa e intérprete francesa Julie Nioche, que em seu trabalho interage entre diversas áreas do conhecimento. Em Nos Solitudes um corpo suspenso por cabos de aço se relaciona com o espaço e a gravidade, experimentando a solidão em um ambiente desconhecido e em mutação. Esse trabalho leva o espectador a um estado de suspensão: o real de suas dores e seus males. Julie Nioche é graduada pelo Conservatoire National Supérieur de Musique et de Danse de Paris - CNSMD - e já trabalhou com Odile Duboc Hervé Robbe, Meg Stuart, Michard Alain, Catherine Contour, Emmanuelle Huynh, Alain Buffard, Jennifer Lacey. Hoje é responsável pelos projetos artísticos da Association d’Individus en Mouvements Engagés - AIME. Duração: 50 min. Teatro.


 

Serviço:

Mostra Sesc de Artes 2012 – São Paulo - SP
Até 29 de julho – em todas as unidades do Sesc
Mais informações sobre atrações, ingressos, e programação completa:
http://mostrasescdeartes.sescsp.org.br/


Autor / Fonte:Adilson Marcelino




Comentários