Notícias

Ballet de Londrina 20 Anos - Turnê em Minas Gerais

Foto: Petrouchka - Crédito: Valéria Félix

 

 

Em comemoração aos 20 anos de trajetória, o Ballet de Londrina faz turnê em Minas Gerais, com apresentações em Belo Horizonte e também no interior do estado.

 

Na programação, dois de seus mais recentes espetáculos: “A Sagração da Primavera” (2011) e “Petrouchka” (2012) – ambos releituras da obra do compositor russo Igor Stravinsky

 

Nos dias 13 e 14, a companhia paranaense participa do Festival de Inverno, respectivamente, na cidade de Ouro Preto (no Teatro Ouro Preto) e Mariana (no Centro de Cultura SESI), com ingressos gratuitos. Na sequência, o Ballet segue para Belo Horizonte, no dia 19,  às 20h30, no Teatro Sesiminas, e encerra em Pouso Alegre, no dia 22 de julho, no Teatro Municipal.

 

Em Petrouchka, um triângulo amoroso entre bonecos expõe de forma lúdica os dramas de fantoches humanos. Em uma cidadezinha qualquer, em qualquer tempo, chega um homem misterioso acompanhado de seus três bonecos para apresentar um teatro mambembe. Acontece que a relação entre os fantoches foge dos limites do palco: o desengonçado palhaço Petrouchka amava a bela Bailarina, que preferia o Mouro, que não amava ninguém.

 

 

O enredo dessa quadrilha, elaborado por Igor Stravinsky e Alexander Benois em 1911, é o mesmo que o coreógrafo Leonardo Ramos utiliza na obra homônima “Petrouchka”. A montagem (de 2012) é encenada junto da peça anterior da companhia, “A Sagração da Primavera” (2011), também pautada em música do compositor. Afora o traço de união musical, assinalado pela inconfundível partitura de Stravinsky convertida ao piano, os dois espetáculos do Ballet transitam por universos bem distintos. Enquanto “A Sagração...” descreve a pungente dor de uma virgem sacrificada para a continuidade do ciclo da natureza, “Petrouchka” passeia por paisagens mais amenas, irreverentes. “Eu procurei que ele não tivesse o clima da ‘Sagração’, que fosse uma coisa alegre, uma farsa, uma brincadeira, apesar do drama das relações”, explica Leonardo Ramos.

 

Em ambos, entretanto, o diretor desenha com clareza metáforas que atualizam a eternidade das obras elaboradas no início do século XX e imprime a linguagem própria da companhia, reconhecida pelas quedas, por movimentos que tendem à horizontalidade e pela pesquisa de novos eixos de equilíbrio. A versão do Ballet de Londrina para “Petrouchka” começa quando os três bonecos, ainda preparando-se para entrar em cena, são animados por um mágico misterioso, um “Charlatão” – como prefere Ramos. Desde então, a coreografia do trio propõe quadros, ora sincronizados, ora díspares, que evidenciam o drama amoroso e apresentam a caracterização psicológica dos personagens.

 

Ficha Técnica dos espetáculos:

Primeira parte (20 minutos de duração): “Petrouchka”

Criação e direção: Leonardo Ramos / Música: Igor Stravinsky / Execução: Yuja Wang / Amsterdam Piano Quartet / Figurino: João Damiano / Confecção de figurino: DalvaHummel / Elenco principal: Petrouchka: Bruno Calisto / Bailarina: Alessandra Menegazzo / Mouro: Vitor Rodrigues / Charlatão: Marciano Boletti

 

Segunda parte (40 minutos de duração): “A Sagração da Primavera”

Criação e direção: Leonardo Ramos / Música: Igor Stravinsky / Execução: Amsterdam Piano Quartet / Figurino: Ana Carolina Ribeiro / Iluminação/Cenografia: Felipe Chepkassoff / Elenco principal: A Virgem: Nayara Stanganelli

 

Ficha técnica geral:

Direção Geral/coreografo: Leonardo Ramos / Direção de produção: Danieli Pereira / Direção Técnica: Roberto Rosa / Ensaiador: Marciano Boletti / Assessoria de imprensa: Renato Forin Jr. / Designer gráfico: João Damiano / Web: Claudio de Souza / Elenco:Alessandra Menegazzo, Bruno Calisto, Claudio de Souza, Giovana Machado, José Maria, José Ivo, Kamila Oliveira, Marciano Boletti, Nayara Stanganelli, Regina Zama Altran, Thiago Spengler, Vitor Rodrigue

 

 

Serviço:
Ballet de Londrina - Programa Stravinsky
“Petrouchka” - Primeira parte (20 minutos de duração)
Intervalo de 15 minutos
“A Sagração da Primavera” - Segunda parte (40 minutos de duração)

BELO HORIZONTE

Dia 19 de julho, às 20h30, no Teatro Sesiminas (Rua Padre Marinho, 60 – Santa Efigênia), com ingressos a R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia-entrada).

Ouro Preto – Festival de Inverno - Dia 13 de Julho, às 20h30, no Teatro Ouro Preto – Rua Diogo de Vasconcelos, 238 – Entrada Gratuita

Mariana – Festival de Inverno - Dia 14 de julho, às 19 horas, no Centro de Cultura SESI – Rua Frei Durão, 22 – Entrada Gratuita

Pouso Alegre - Dia 22 de julho, às 20 horas, no Teatro Municipal (Avenida Doutor Lisboa, 205) – Entrada Gratuita

 


Autor / Fonte:Adilson Marcelino




Comentários