Notícias

Palco Giratório 2013 em Minas Gerais

 

16 espetáculos, cinco oficinas e quatro pensamentos giratórios movimentam a programação do Palco Giratório 2013 em Minas Gerais, nas cidades de Belo Horizonte, Sete Lagoas, Araxá, Juiz de Fora, Almenara e Poços de Caldas.

 

 

O público poderá desfrutar da intensa agenda cultural, que é toda gratuita, na capital mineira até o dia 24 de agosto, e no interior até 29 de setembro.

 

Na dança, a programação apresentará as seguintes atrações:

 

BELO HORIZONTE

 

Espetáculo – INSONE
GRUPO Z | VITÓRIA (ES)
11 de Agosto, Domingo, 20h
Meia Ponta - Espaço Cultural Ambiente
Endereço: Rua Grão Pará, 185. Santa Efigênia – Belo Horizonte/MG
Gênero: dança | Classificação etária: 12 anos | Duração: 40 min

 

Produzir, consumir, entreter-se, divertir-se, conectar-se, informar-se, ser feliz. Tudo isso se tornou uma obrigação que é preciso cumprir em profusão e com pressa. Nessa lógica do acúmulo e da rapidez, qual o lugar do sono de todos os dias, que não está ligado ao consumo e à produção, que é antagônico à velocidade? De que forma ocupa-se tempo dedicado ao descanso, com corpos que, muitas vezes, mantêm o ritmo frenético mesmo quando chega a hora de parar? Insone não tem uma narrativa linear – debruça-se sobre os estados de sono e vigília, os sonhos, pesadelos e a insônia, mostrando o homem contemporâneo entre a sua necessidade de repouso e as exigências de um mundo cada vez mais veloz, vertiginoso.

 

ESPETÁCULO GRATUITO – SUJEITO À LOTAÇÃO*
*Distribuição de senhas 1h antes do evento.
*10% da capacidade do espaço está reservada para você, comerciário, com carteirinha do Sesc.

 

Espetáculo – TOMBÉ
DIMENTI | SALVADOR (BA)
21 de Agosto, Quarta-feira, 20h
Meia Ponta - Espaço Cultural Ambiente
Endereço: Rua Grão Pará, 185. Santa Efigênia – Belo Horizonte – MG
Gênero: dança | Classificação etária: livre | Duração: 45 min

 

Você já tentou entender o sentido das coisas? Você já teve que inventar alguma teoria? Você já teve longas DRs com colegas de trabalho? Você já teve um chefe? Você já participou de dinâmicas de grupo? Você já perdeu o controle? Você já dançou alguma vez na vida? Este espetáculo é pra você. TOMBÉ é uma coreopalestra que dubla discursos, movimentos e absurdos da arte e da vida. E ri de si.

 

ESPETÁCULO GRATUITO – SUJEITO À LOTAÇÃO*
*Distribuição de senhas 1h antes do evento.
*10% da capacidade do espaço está reservada para você, comerciário, com carteirinha do Sesc.

 


ARAXÁ

 

Pensamento Giratório - UM INTÉRPRETE HÍBRIDO
GRUPO Z | VITÓRIA (ES)
13 de Agosto, Terça-feira, 19h30
Sesc Araxá
Endereço: Rua Dr. Edmar Cunha, 150. Bairro Santa Terezinha – Araxá / MG
Mediação: Ana Claudia Silva Fernandes* | Público-alvo: Interessados em geral
Carga horária: 2h | Vagas: 50 pessoas

 

Conteúdo

A partir da experiência do espetáculo Insone – e da trajetória do Grupo Z em trabalhos que entrelaçam dança e teatro – propomos a discussão sobre o intérprete e sua relação com a (in) definição de gênero do trabalho criado. O termo interprete foi escolhido em detrimento da palavra ator, pelo fato de estar no âmbito do teatro ocidental, separada do bailarino, outro termo restritivo. Intérprete, portanto, é aqui usado no sentido daquele que, independentemente dos cânones do teatro ou da dança, tem a função de estar em cena.

 

Grupo Z

O Grupo Z de Teatro foi criado em 1996 por artistas que acreditam no teatro de grupo como caminho para a realização de um trabalho contínuo, que privilegie, além da montagem de espetáculos, a pesquisa de linguagem que, a um só tempo, seja fruto do fazer coletivo e engendre sua identidade. Dentro dessa proposta, três linhas têm marcado a trajetória do Grupo Z – o trabalho em espaços diversos; o corpo como ponto de partida para a criação; o desenvolvimento de dramaturgia própria.

 

* Ana Claudia Silva Fernandes é professora, coreografa e bailarina. Com uma história de quase vinte anos envolvida com as artes do corpo, já participou do Festival Internacional de Joinville, Festival Dançaraxá (melhor grupo e coreografia revelação), Festival Internacional de Cabo Frio, Festival de dança de Franca/SP. Atualmente é sócia proprietária do Centro de danças Kathak (CDK) e instrutora de dança das Unidades Integradas SESI SENAI-Djalma Guimarães

ATIVIDADE GRATUITA – SUJEITO À LOTAÇÃO

 

 

Espetáculo – INSONE
GRUPO Z | VITÓRIA (ES)
14 de agosto, Quarta-feira, 20h
Teatro Municipal de Araxá
Endereço: Avenida Antônio Carlos, S/N. Centro. Araxá – MG
Gênero: dança | Classificação etária: 12 anos | Duração: 40 min

 


JUIZ DE FORA

 

Espetáculo – TOMBÉ
DIMENTI | SALVADOR (BA)
23 de agosto, Sexta-feira, 20h30
Centro Cultural Pró-Música
Endereço: Avenida Rio Branco, 2329. Centro – Juiz de Fora/MG
Gênero: dança | Classificação etária: livre | Duração: 45 min

 

PALCO GIRATÓRIO 2013

 

O Palco Giratório acontece desde 1998 e, atualmente, é o maior projeto de circulação de artes cênicas do país. Desenvolvido pelo departamento Nacional do Sesc, é realizado em parceria com os departamentos regionais. O projeto é subdivido em: Circuitos Palco Giratório e Festivais Palco Giratório, promovendo uma programação, geralmente, gratuita que abrange: apresentações teatrais e ações formativas como oficinas e conversas com os grupos artísticos. Com a proposta de descentralização, as ações acontecem em todos os estados do país e apresentam trabalhos e artistas de diferentes linguagens.

 

Uma curadoria formada por 30 representantes de diferentes regiões do país compõe um recorte da cena nacional, que dá foco a grupos de teatro e a pesquisa cênica com material relevante para participar e fomentar a discussão e o desenvolvimento das artes cênicas no Brasil. Os grupos selecionados participam da programação dos circuitos e 16 grupos integram a programação de todos os Festivais do país. Belo Horizonte é uma das 10 cidades que recebem o festival este ano.

 

 

FESTIVAL PALCO GIRATÓRIO

 

Neste ano, o projeto realizará 10 festivais, nas cidades de Fortaleza, Recife, Cuiabá, Porto Alegre, Florianópolis, São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Velho, Curitiba e Belo Horizonte. Em cada cidade o festival apresenta 24 dias de programação, incluindo oficinas e pensamentos giratórios e um número mínimo de 16 espetáculos. Trata-se de um projeto único no país, pois oferece aos espectadores um recorte amplo da produção cênica do país, sem que eles precisem sair de suas cidades.

 

FESTIVAL EM BELO HORIZONTE

 

Este é o segundo ano do Festival Palco Giratório em Belo Horizonte e ele apresenta um recorte da produção cênica nacional com a seguinte programação: 16 espetáculos, 4 oficinas e 3 Pensamentos Giratórios envolvendo a participação de aproximadamente 90 artistas de todo o Brasil.

 

CIRCUITO PALCO GIRATÓRIO

 

Neste ano, o Sesc – Departamento Regional de Minas Gerais, preparou 5 Circuitos para o interior do estado, cada um deles com 1 espetáculo diferente e, em sua maioria, acompanhados de atividades formativas, nas cidades de Sete Lagoas, Araxá, Juiz de Fora, Almenara e Poços de Caldas.

 

ATIVIDADES FORMATIVAS

 

Bate papo - Acontece ao final de cada espetáculo, onde os artistas realizam um diálogo com a plateia, respondendo perguntas sobre o grupo ou sobre o espetáculo apresentado.

 

Pensamento Giratório - São conversas sobre temas diretamente relacionados aos espetáculos apresentados e aos processos criativos dos grupos envolvidos, promovendo o intercâmbio entre a plateia, a classe artística local e demais interessados.

 

Serviço
PALCO GIRATÓRIO 2013 – MINAS GERAIS

Belo Horizonte, Sete Lagoas, Araxá, Juiz de Fora,  Almenara e  Poços de Caldas
Até 29 de setembro
Mais informações:
http://www.sescmg.com.br/index.php/PalcoGiratorio2013#iframeInscricoes


Autor / Fonte:Adilson Marcelino




Comentários